domingo, 30 de junho de 2024

 


O ministro da Justiça, Ricardo Lewandowski, enviou ao Palácio do Planalto uma minuta da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da Segurança Pública.O texto, que entre outras medidas inclui a Polícia Federal no combate ao crime organizado, será analisado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e, com o aval dele, será enviado ao Congresso Nacional.

A CNN apurou que a proposta prevê incluir na legislação, de forma explícita, a ampliação da competência da PF para atuar contra milícias e facções criminosas
A mudança permitirá que a corporação possa atuar também em crimes de repercussão internacional.

A proposta também pretende ampliar a atuação da Polícia Rodoviária Federal, expandido a fiscalização para hidrovia e ferrovia.

O projeto ainda propõe incluir o Sistema Único de Segurança Pública (Susp) na Constituição, no modelo como funciona o Sistema Único de Saúde. A medida tem sido defendida publicamente pelo ministro da Justiça.

“Para promovermos uma integração, para fazermos aquilo que o [ex] presidente Michel Temer concebeu, mas por meio de lei ordinária, mas constitucionalizar esse sistema, fazer um Susp constitucional à moda do SUS [Sistema Único de Saúde]”, afirmou o ministro ao participar de um encontro com empresários na Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

De acordo com fontes consultadas pela CNN, o texto deixa explícito que, apesar das mudanças, não haverá interferência na autonomia dos estados, que tem a competência na área de Segurança Pública.

Crescimento Organizações

Um estudo da Esfera Brasil, em parceria com o Fórum Brasileiro de Segurança Pública, apontou que organizações criminosas se infiltraram em grandes setores da economia, como mineração, mercado mobiliário, comércio de combustíveis e transporte público.

O levantamento aponta a presença de 72 facções no país, incluindo duas transnacionais.

O Primeiro Comando da Capital (PCC) estaria presente em 23 estados, com grande influência nas fronteiras com Paraguai e Bolívia. Já o Comando Vermelho teria integrantes em 20 estados, com maior atuação no Norte e Nordeste brasileiros.


https://www.cnnbrasil.com.br/politica/lewandowski-envia-minuta-de-pec-da-seguranca-publica-para-lula-analisar-e-propoe-usar-pf-no-combate-a-crime-organizado/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.