quinta-feira, 30 de maio de 2024

Esses caras acham que somos IDIOTAS. MELHORAR DE 3,6 para 4,62%? Oras se a reposição das perdas é direito constitucional o que vier abaixo de 10,87 é a CONSAGRACAO DE REDUÇÃO DOS SALARIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA. Ninguém está falando que a Educação teve no ano passado 12,54% retroativo a Janeiro de 2023. Oras quem está no prejuízo é a,SEGURANÇA PÚBLICA. Qual a razão de ter apenas a inflação de 2023?


 O medo da derrota levou o governo Zema (Novo) a manobras de plenário e ao rolo compressor da maioria aliada para garantir a vitória parcial numa votação de dois turnos. É importante avaliar como foi a primeira batalha antes do enfrentamento final. Diante do clima tenso, o governo retirou os deputados aliados do plenário na hora de votar as emendas da oposição. Além de desrespeitar o processo legislativo, a medida irritou os servidores e engrossou o protesto deles.Haverá a segunda e última votação na próxima semana. Até lá, o governo vai monitorar a pressão e a temperatura da reação dos servidores, especialmente os da segurança pública. Policiais estarão de plantão até lá, fazendo manifestações, especialmente no interior para onde vão os deputados neste feriadão.


 Haverá a segunda e última votação na próxima semana. Até lá, o governo vai monitorar a pressão e a temperatura da reação dos servidores, especialmente os da segurança pública. Policiais estarão de plantão até lá, fazendo manifestações, especialmente no interior para onde vão os deputados neste feriadão.Tudo somado, se houver votação, o governo não tem controle sobre o resultado. Pode ser surpreendido com a aprovação de um índice de reposição maior do que os magros 3,62% que está concedendo a todos os servidores, percentual abaixo da inflação. Quem não negocia se expõe aos riscos de um bate-chapa no plenário.Até a próxima votação, os bombeiros de plantão vão tentar convencer o governador a ceder e a conceder mais do que a reposição de 3,62% e dar, pelo menos, a inflação de 4,62%. Na terça, o presidente da Assembleia, Tadeu Leite, levou alerta à cúpula do governo de que a situação política está muito ruim, desgastada e de muita pressão sobre os deputados.Outro alerta levado por Tadeuzinho foi sobre os projetos que mexem na previdência dos servidores civis e militares. Diante disso, o governo optou por retirar estrategicamente os projetos da pauta para não azedar ainda mais o clima da votação da reposição salarial.Depois que for encerrada a votação da reposição, o governo voltará com as duas propostas ao plenário da Assembleia, apostando em outro cenário. @estadodeminas


Eu vou boic0tar