sexta-feira, 17 de maio de 2024


DECISÃO

Justiça suspende processo do principal suspeito pela morte do sargento Dias

Ato ocorre após defesa pedir o exame de insanidade mental do acusado

Por Lucas Gomes
Publicado em 16 de maio de 2024 | 06:08
normal

Após aceitar o pedido de realização de incidente de sanidade mental do homem acusado de matar o sargento Roger Dias e suspender um processo que o suspeito responde a um furto de carro em Belo Horizonte, a Justiça agora suspendeu também o processo de homicídio qualificado em que o homem é réu. A decisão ocorreu nessa quarta-feira (15 de maio) pelo juiz Roberto Oliveira de 

DECISÃO

Justiça suspende processo do principal suspeito pela morte do sargento Dias

Ato ocorre após defesa pedir o exame de insanidade mental do acusado

Por Luca

facebook-materia

linkedIn-materia

Policial foi baleado à queima-roupa durante perseguição no bairro Novo Aarão Reis, em BH 

Policial foi baleado à queima-roupa durante perseguição no bairro Novo Aarão Reis, em BH

Foto: REPRODUÇÃO/REDES SOCIAIS

whatsapp

Clique e participe do nosso canal no WhatsApp


Ouça a matéria

A-

normal

A+

Após aceitar o pedido de realização de incidente de sanidade mental do homem acusado de matar o sargento Roger Dias e suspender um processo que o suspeito responde a um furto de carro em Belo Horizonte, a Justiça agora suspendeu também o processo de homicídio qualificado em que o homem é réu. A decisão ocorreu nessa quarta-feira (15 de maio) pelo juiz Roberto Oliveira de Araújo Silva.



Na decisão, o magistrado considerou o pedido feito pela defesa - com parecer favorável do Ministério Público - e abriu o prazo de cinco dias para que o advogado do suspeito apresentasse documentos e, em seguida, o mesmo prazo para que o Ministério Público apresente, caso queira, alguma manifestação. 


“O processo principal ficará suspenso, somente em relação ao aludido acusado. Apresentados os quesitos, requisite-se o exame, no denunciado, junto ao IML”, determinou o juiz. Na mesma decisão, o magistrado manteve a prisão do outro suspeito de participação no crime. 


A defesa do outro acusado argumentou que o homem está com a saúde debilitada e que foi agredido por policiais na prisão. “Entretanto, em que pese ser visível que o acusado não se encontra em plenas condições de saúde, fazendo, inclusive, uso de fixador externo na perna, a defesa não juntou documentos hábeis a justificar a concessão do benefício”, entendeu o juiz.

O magistrado, entretanto, autorizou que o homem seja transferido para uma unidade prisional que “tenha atendimento médico adequado para tratamento de sua enfermidade”. Atualmente, ele está detido em Formiga. 



  sindpolmgoficial  Na tarde dessa segunda-feira (17/06), as entidades de classes foram surpreendidas em Araxá com uma tentativa de atearem ...