segunda-feira, 3 de junho de 2024

 


O aviso foi dado duas vezes ao governador. Na terça-feira (28), o presidente da Assembleia Legislativa, Tadeu Leite (MDB), alertou Zema para o desastre na condução política da reposição salarial dos servidores e outros projetos. Na quinta, o plenário da Assembleia reforçou a advertência. Se as emendas ao projeto da reposição fossem votadas, o governo sairia derrotado, elevando o índice para 10,67%. Esse índice corresponde à inflação dos últimos dois anos sem reposição. A oposição conseguiu 32 dos 77 votos; boa parte dos governistas não quer votar contra o servidor.O que fez o governo? Acolheu parcialmente as recomendações de Tadeu Leite. Adiou a tramitação dos projetos de previdência dos servidores, que, junto da reposição abaixo da inflação, integrava o pacote de maldades sobre os servidores. Ou, na visão de Zema, “carrapato maior do que a vaca” ou “castas privilegiadas”.Já no caso da reposição, pagou para ver, mas, na hora da votação das emendas da oposição, mandou os aliados saírem do plenário porque seria derrotado. Nesta semana, não poderá repetir a estratégia. Ou apresenta um índice de reposição próximo da inflação, de 4,62%, por meio de aliado, ou sairá derrotado em plenário. Será o momento de Zema se deparar com o outro conselho de Tadeu.Já no caso da reposição, pagou para ver, mas, na hora da votação das emendas da oposição, mandou os aliados saírem do plenário porque seria derrotado. Nesta semana, não poderá repetir a estratégia. Ou apresenta um índice de reposição próximo da inflação, de 4,62%, por meio de aliado, ou sairá derrotado em plenário. Será o momento de Zema se deparar com o outro conselho de Tadeu.

  sindpolmgoficial  Na tarde dessa segunda-feira (17/06), as entidades de classes foram surpreendidas em Araxá com uma tentativa de atearem ...