segunda-feira, 20 de maio de 2024

 


A cada dia, pelo menos sete pessoas perdem a vida de forma violenta em Minas Gerais. Em meio à chegada de facções criminosas de outras partes do país, a tensão cresce no tráfico de drogas, assim como o risco de enfrentamentos mais violentos entre os criminosos. Um problema ainda não quantificado nos dados, mas já sentido na prática por parte da população e pelas forças de segurança pública que têm intensificado operações nos aglomerados em uma tentativa de barrar a escalada da violência e impedir que os homicídios no Estado cresçam pelo segundo ano consecutivo. Só no primeiro trimestre de 2024, 634 pessoas foram assassinadas no Estado.*Desmotivação de policiais agrava o quadro*

*Na análise de Antônio Bahia Silva, uma das explicações para o aumento da criminalidade está na desmotivação do policial militar.* *"Quem está na linha de frente não sente o trabalho sendo reconhecido pelo governo.* Outro ponto é a falta de efetivo. Minas tem mais de 20 milhões de habitantes e menos de 37 mil PMs. É um gargalo que, sem sombra de dúvidas, aumenta os índices de crimes". 


A desmotivação dos agentes faz com que eles deixem, segundo o vice-presidente da Aspra, de atenderem as chamadas 'ocorrências de iniciativa', que são aquelas que o militar, mesmo sem ter sido acionado, presta o serviço após observar alguma situação suspeita. 


"Isso vem ocorrendo pois a categoria não está tendo a recomposição das perdas inflacionárias. O fator salarial afeta a prestação de serviço. Os criminosos já perceberam que o policial tirou o pé do acelerador e que os agentes não estão abordando tanto. Os reflexos estão nas estatísticas", comenta.


*ZEMA DEITADO EM BERÇO EXPLÊNDIDO! MINAS SEGUNDO ELE, O ESTADO MAIS SEGURO*


https://www.otempo.com.br/cidades/2024/5/20/guerras-do-trafico-se-intensificam-em-minas-gerais-e-desafiam-se

Eu vou boic0tar