sexta-feira, 5 de abril de 2024

Via @metropoles | Preso e condenado por roubo em Goiás, Lucas da Silva Lemes decidiu entrar para o quadro de praças da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) anos depois do delito. Ele foi aprovado no concurso e conseguiu, inicialmente, passar na etapa de investigação social mesmo com histórico de envolvimentos no mundo do crime. O ex-detento se preparou para ser policial no Curso de Formação de Praças IX (CFPIX). Lucas chegou a atuar e receber salários como soldado da PMDF, mas um ato administrativo o afastou da corporação em meados do ano passado. Desde então, ele luta na Justiça para voltar a ser PM.


 Via @metropoles | Preso e condenado por roubo em Goiás, Lucas da Silva Lemes decidiu entrar para o quadro de praças da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) anos depois do delito. Ele foi aprovado no concurso e conseguiu, inicialmente, passar na etapa de investigação social mesmo com histórico de envolvimentos no mundo do crime.


O ex-detento se preparou para ser policial no Curso de Formação de Praças IX (CFPIX). Lucas chegou a atuar e receber salários como soldado da PMDF, mas um ato administrativo o afastou da corporação em meados do ano passado. Desde então, ele luta na Justiça para voltar a ser PM.

Projeto de reajuste salarial na segurança pública vai à CCJ Texto também considera critérios nacionais para promoção e beneficia bombeiros, policiais e outras categorias.

 O Projeto de Lei 2.573/2021, que cria o Pacto Nacional para o Fortalecimento e a Valorização dos Profissionais da Segurança Pública, está e...