sexta-feira, 19 de abril de 2024

Cabo da Polícia Militar é indiciado por abusar sexualmente da enteada; crime é investigado De acordo com a Polícia Civil, a mãe da vítima procurou a delegacia solicitando medidas protetivas para a filha após descobrir os abusos sexuais sofridos pela adolescente.

 

Por g1 Minas — Belo Horizonte

 

Viatura da PCMG (foto ilustrativa) — Foto: Polícia Civil de MInas Gerais / Divulgação

Viatura da PCMG (foto ilustrativa) — Foto: Polícia Civil de MInas Gerais / Divulgação

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) indiciou, nesta quinta-feira (18), um cabo da Polícia Militar por estupro de vulnerável contra a enteada, de 13 anos. O crime ocorreu em 2020, em Belo Horizonte, mas só foi denunciado em março deste ano.

De acordo com a Polícia Civil, a mãe da vítima procurou a delegacia solicitando medidas protetivas para a filha após descobrir os abusos sexuais sofridos pela adolescente.

O homem, de 33 anos, abusava da vítima em momentos que ficava sozinho com ela. Ainda segundo as investigações, o militar compareceu à delegacia acompanhado pelo advogado e permaneceu em silêncio durante os questionamentos dos investigadores.

No entanto, a mãe da adolescente afirmou à Polícia que o homem confessou ter abusado da enteada por meio de mensagens enviadas nas redes sociais.

A investigação foi realizada pela equipe da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), em Belo Horizonte.

g1 Minas entrou em contato com a Polícia Militar e aguarda retorno

Eu vou boic0tar