quarta-feira, 20 de março de 2024

 


Em ocasiões de comemoração dos aniversários de unidades, é essencial que a valorização do público interno seja uma prioridade. A expressão "casa de Ferrero espeto de pau" ilustra de forma contundente a contradição presente nesse contexto. É inadmissível que as celebrações se concentrem apenas na aparência externa, enquanto o verdadeiro cerne da organização, representado pelos colaboradores internos, é negligenciado. A valorização do público interno não se resume a uma festividade simbólica; ela deve ser refletida em condições de trabalho justas, reconhecimento efetivo e oportunidades de desenvolvimento. Ignorar essa realidade é perpetuar uma cultura organizacional superficial e desvalorizante, que mina o potencial e o comprometimento dos colaboradores.


Renata Pimenta 

  No Dia do Policial Civil, gostaria de expressar minha mais profunda gratidão e reconhecimento a todos os policiais civis que dedicam suas ...