sábado, 17 de fevereiro de 2024

 


Um jovem de 21 anos morreu após se envolver em uma troca de tiros com policiais militares na noite desta sexta-feira (16 de fevereiro) no beco da Amizade, no Morro das Pedras, na região Oeste de Belo Horizonte. Ele chegou a ser socorrido para o hospital João XXIII, mas não resistiu. Os dois policiais envolvidos no caso receberam voz de prisão. As armas utilizadas por eles foram recolhidas e o caso será investigado pela Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) e pela Corregedoria da Polícia Militar.


Conforme o boletim de ocorrência, os militares foram ao local após denúncia de populares de que um grupo estaria vendendo drogas no beco. Ao chegarem no endereço denunciado, os policiais viram quatro homens comercializando os entorpecentes. Eles fugiram ao perceberem a presença das equipes e houve perseguição.


Um dos suspeitos, o jovem de 21 anos, estava com submetralhadora de fabricação caseira. Segundo o boletim de ocorrência, ele foi surpreendido pelos dois policiais que estavam em outro beco, situado na esquina da via pela qual ele fugia. O jovem ao perceber os militares atirou por diversas vezes. Os militares revidaram, e um dos disparos atingiu o suspeito.


Ainda segundo o boletim, as equipes policiais pediram o apoio das viaturas para socorrê-lo ao hospital João XXIII. No entanto, ele não resistiu. A equipe médica encontrou no bolso de uma das peças de roupa do suspeito diversos pinos de cocaína. Conforme a Polícia Militar, a vítima possui 12 passagens policiais, como crimes de tráfico de drogas, porte ilegal de armas de fogo, furto, roubo e vias de fato

Após o registro do boletim de ocorrência, foi dada voz de prisão aos dois policiais militares. Eles foram encaminhados para o batalhão, onde permanecem à disposição da Justiça Militar. As armas utilizadas por eles foram apreendidas, e serão periciadas. O caso também será investigado pela Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Suspeito de matar sargento Dias começa a ser avaliado pelo perito de autor da facada em Bolsonaro

  Suspeito de matar sargento Dias começa a ser avaliado pelo perito de autor da facada em Bolsonaro