sábado, 17 de fevereiro de 2024

 Nada menos que 22 concorrentes apareceram nesta quinta-feira, 15/02, com suas propostas, para disputar uma das cinco vagas disponíveis, que darão direito a gerenciar uma verba de comunicação anual de R$ 147 milhões, renováveis por até cinco anos.



Entre as interessadas, agências de Brasília (Cálix), Bahia (Par) e Rio de Janeiro (Nacional), o que gerou burburinho entre as competidoras locais, que comentavam a possibilidade de pela primeira vez, na história da publicidade mineira, de alguém de fora poder cuidar da comunicação do governo do estado.


Mas, como as propostas são apócrifas — ou seja, teoricamente os jurados não sabem a quem pertencem –, tudo é mesmo possível.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Suspeito de matar sargento Dias começa a ser avaliado pelo perito de autor da facada em Bolsonaro

  Suspeito de matar sargento Dias começa a ser avaliado pelo perito de autor da facada em Bolsonaro