sexta-feira, 9 de fevereiro de 2024

Lideranças sindicais da Polícia Civil, da Polícia Militar, dos Bombeiros Militares e da Polícia Penal já não contam mais com o empenho dos seus comandos e chefias na luta que já se arrasta há anos, para conseguirem melhores remunerações e reposição da inflação nos seus contracheques. O problema é que essas figuras da cabeça dessas instituições recebem mensalmente mais de R$ 50 mil. "Brigar pra que, se para eles está tudo tão bom?" disse uma liderança da PC. Luiz Tito @otempo

 Lideranças sindicais da Polícia Civil, da Polícia Militar, dos Bombeiros Militares e da Polícia Penal já não contam mais com o empenho dos seus comandos e chefias na luta que já se arrasta há anos, para conseguirem melhores remunerações e reposição da inflação nos seus contracheques. O problema é que essas figuras da cabeça dessas instituições recebem mensalmente mais de R$ 50 mil. "Brigar pra que, se para eles está tudo tão bom?" disse uma liderança da PC.


Luiz Tito @otempo 


PROTEÇÃO AUTOMOTIVA

  PROTEÇÃO AUTOMOTIVA https://gramclube.com.br/cotacao?in=ArzKzvEj