segunda-feira, 22 de janeiro de 2024

 


alancominastarde
 

Em Uberlândia, pai e o filho menor, de 16 anos, atacaram uma equipe da Polícia Militar por não concordarem com a apreensão de uma moto.

De acordo com o boletim de ocorrência, uma fiscalização de trânsito na Av. Américo Attiê, no bairro Mansour, o jovem foi abordado na condução de uma moto.

Durante a consulta da PM, foi constatado que o condutor não tinha a idade mínima para a direção, o veículo não estava registrada ao Detran e contava com uma placa artesanal.

Nesse momento, o pai, de 35 anos, passava pelo local e questionou a abordagem. Os militares explicaram os motivos e em seguida solicitou um pátio credenciado para a remoção do veículo. Disse ainda ao menor que ele estaria liberado.

Durante a espera do guincho, pai e filho saíram do local, retornaram e ficaram sentados em uma calçada ao lado oposto onde estava a moto.

Com a chegada do guincho, os autores se levantaram, sacaram 2 facas e partiram pra cima de um dos militares.

Durante esse ataque, foi utilizado o spray de pimenta para afastar os dois e solicitou ajuda de demais viaturas na ocorrência.

Pai e filho se afastaram e começaram a destruir a moto que seria removida. Eles perfuraram os pneus, estofado, danificaram o tanque de combustível e ameaçaram colocar fogo no local.

Durante a confusão, várias pessoas que estavam no condomínio onde tudo aconteceu saíram e invadiram a área da ocorrência onde era feito todos os trâmites da fiscalização.

Várias pessoas incentivaram colocar fogo no local e também a atacar os policiais. Mais equipes de militares chegaram e conseguiram conter a situação.

O homem foi preso e o menor apreendido. A motocicleta que ficou totalmente danificada foi recolhida e removida ao pátio credenciado ao Detran.

As facas foram apreendidas e encaminhadas para a delegacia de polícia de plantão.

  Um jovem de 23 anos foi condenado, nessa quinta-feira (16 de maio), a 14 anos de prisão por tentar atropelar cinco policiais, em Viçosa, n...