quinta-feira, 7 de dezembro de 2023

 Servidores públicos estão revoltados com a facilidade como opera o governo do Estado na liberação de recursos em emendas secretas, aquelas que são dadas somente a alguns deputados amigos do Legislativo da forma mais generosa. Neste ano já receberam o incentivo Antônio Carlos Arantes, que recebeu R$ 49,8 milhões; Fábio Avelar, que recebeu R$ 48,3 milhões, além das emendas regulamentares, de R$ 11,06 milhões; e Roberto Andrade, que estranhamente só recebeu R$ 8,3 milhões de emendas secretas e R$ 4,09 milhões em emendas públicas. Assim, para alguns, fica fácil fazer campanha para se reelegerem e é bom concordar com o governo, sempre que necessário. Além da generosa distribuição de emendas secretas, o governo do Estado segue com sua austeridade seletiva. O TCE-MG “sujou”, como diz a gíria, divulgando os saldos disponíveis em contas do governo, aplicações em bancos públicos e privados (aliás, ninguém falou nada sobre essa grana que está no Itaú; a lei não permite).


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

 Bom dia senhores! Ontem o filho do Cb Nascimento da 94° Cia TM 28° BPM foi vitima de um acidente de trânsito em Unaí. Ele está internado na...