quinta-feira, 2 de fevereiro de 2023

Bombeiro escreve poema sobre resgate de gambás em Boletim de Ocorrência em MG: 'Me esforcei'

 

Bombeiro escreve poema sobre resgate de gambás em Boletim de Ocorrência em MG: 'Me esforcei'


O resgate aconteceu no dia 19 de janeiro, no bairro Jardim Nova Aparecida. O gambá e seus filhotes estavam no hidrômetro de uma casa na Avenida Engenheiro Ubirajara Machado Moraes, em Poços de Caldas.

Por Lara Silva e João Daniel Alves, g1 Sul de Minas

02/02/2023 10h46  Atualizado há 3 horas

     

Um bombeiro inovou na hora de confeccionar um boletim de ocorrência de um resgate de uma família de gambás em Minas Gerais. O militar decidiu escrever um poema para registrar o trabalho da equipe. O caso aconteceu em janeiro, em Poços de Caldas. Apesar do registro em forma de poesia, não há fotos dos gambás no local do resgate.


No poema, o cabo Amaral relata desde o momento do acionamento da equipe de bombeiros até quando ele e o companheiro de turno retornam para a base após devolver os animais para a natureza. Todos foram soltos em uma reserva ambiental.

Bombeiro escreve poema sobre resgate de gambás em Boletim de Ocorrência em MG — Foto: Boletim de Ocorrência

O resgate aconteceu no dia 19 de janeiro, no bairro Jardim Nova Aparecida. O gambá e seus filhotes estavam no hidrômetro de uma casa na Avenida Engenheiro Ubirajara Machado Moraes. No BO, o resgate foi registrado como captura de animais silvestres perigosos/agressivos.

"Com cuidado o Soldado Ferber pegou a gambá junto aos filhotes e peguei uma caixa forrada na parte de dentro com plástico bolha para levar até uma reserva ambiental. Ao chegar lá, coloquei a caixa no chão e abri a tampa. Rapidamente ela saiu com seus filhotes nas costas.

Aquele momento me inspirou. Ao chegar no quartel, em momento oportuno, fiz o boletim de ocorrência. Vi que a tentativa de fazer um poema seria a melhor forma de expressar a satisfação no atendimento para a ocorrência. Mesmo tendo formação na área de exatas, me esforcei", relembrou o cabo Everton Aparecido do Amaral, Corpo de Bombeiros.

Casa onde gambás foram resgatados pelo bombeiro em Poços de Caldas — Foto: Cabo Amaral

Leia o poema escrito pelo cabo Everton Aparecido do Amaral:

"Solicitado via 193, um g1

VIBRADORES

 Entre em contato com o Deputado Sargento Rodrigues Denuncie os vibradores, use o e-mail oficial: dep.sargento.rodrigues@almg.gov.br