terça-feira, 14 de maio de 2024

Retirado de pauta da CCJ, a pedido do sgt Rodrigues Projeto de Lei 2309/24 que concede 3,62% aos servidores públicos do Estado. AGORA É GUERRA!

 


O projeto de lei que prevê a recomposição de 3,62% aos salários de servidores civis e militares de Minas Gerais, de autoria do governador Romeu Zema (Novo), foi retirado da pauta, na manhã desta terça-feira (14), após aprovação de requerimento apresentado à Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa de Minas Gerais. O requerimento foi apresentado pelo deputado estadual Sargento Rodrigues (PL), que argumentou ser necessário discutir o texto com representantes do Executivo antes de apreciar a proposta. 

Durante pronunciamento, o parlamentar criticou o índice de reajuste proposto pelo governo ao ressaltar que o valor não supre as perdas inflacionárias. Isso porque, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) fechou o ano de 2023 acumulado em 4,62%. 

Em fala direcionada a servidores que acompanhavam a sessão, Rodrigues também fez um apelo para que o funcionalismo se posicione contra o projeto de reajuste apresentado por Zema. “Não aceitem votar uma migalha porque é uma afronta ao servidor”, afirmou o parlamentar

  otempo   COMPOSIÇÃO - O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), não descarta nenhuma possibilidade para a eleição presidencial de...