quinta-feira, 23 de maio de 2024

#elesnao

 


A secretária de Estado de Planejamento e Gestão de Minas Gerais e pré-candidata do Novo à Prefeitura de Belo Horizonte, Luisa Barreto, rebateu uma declaração do senador Carlos Viana (Podemos) dizendo que ela poderia seria uma “boa vice” numa eventual gestão dele à frente da PBH. “Estamos buscando o apoio do Zema, a Luisa seria uma excelente vice para nos ajudar, e criaríamos um alinhamento muito necessário com o governo do Estado”, declarou Viana em entrevista ao jornalista Eduardo Costa. A pré-candidata do Novo também disse que, caso seja eleita, irá estreitar as relações entre Prefeitura e Governo do Estado.  “Se eu for prefeita de Belo Horizonte, com toda certeza, essa cidade que eu amo vai andar cada vez mais próxima do governo do Estado. Nós vamos estabelecer um diálogo sério e comprometido com as melhorias que Belo Horizonte tanto precisa”, acrescentou. 

A hipótese de o Novo abrir mão da candidatura de Luisa Barreto ganhou força após a aparição de Zema e da própria Luisa em um evento do Podemos, de Carlos Viana, no dia 11 de abril. A ideia do Novo seria negociar apoio a outra sigla de direita, desde que a secretária de Planejamento ocupasse o cargo de vice nesta chapa.

Nesse cenário, as tratativas poderiam envolver, além de Viana, Bruno Engler (PL) ou Mauro Tramonte (Republicanos). No caso específico de Viana, quem estaria encabeçando as negociações seria o secretário de Estado da Casa Civil, Marcelo Aro (PP). O acordo incluiria, além da desistência de Luisa Barreto na corrida pela prefeitura, o apoio de Viana e da chamada Família Aro ao atual vice-governador, Mateus Simões, na disputa pelo governo de Minas em 2026.

*O ANO QUE NÃO PODE SER ESQUECIDO: MOVIMENTO REIVINDICATÓRIO DE 1997 COMPLETA 27 ANOS*

 *O ANO QUE NÃO PODE SER ESQUECIDO: MOVIMENTO REIVINDICATÓRIO DE 1997 COMPLETA 27 ANOS* 👏Parabéns Guerreiros de 97 Há exatos 27 anos teve i...