quarta-feira, 8 de maio de 2024

 Opa, boa tarde!

Assim, só dar meus 10 centavos de opinião sobre a questão das greves brancas:

1- Acho que o pessoal sente medo por falta de segurança jurídica. O sentimento maior em aderir aos movimentos de resistência é o de que o militar pode acabar sofrendo sanções sozinho, e ser "abandonado", e acabar respondendo qualquer coisa, e no fim, se ver prejudicado como um bode expiatório. Dito isso, acredito que, se o pessoal dos sindicatos, os deputados, e toda a galera que ajuda e tem interesse de ajudar, passasse a pegar no pé dos comandos que estão tentando tolhar os reinvindicantes, acredito que se a tropa VER que os oficiais estão temerosos em responder por seus abusos, creio que haverá maior adesão (tanto nas manifestações, quanto em futuros movimentos pra demonstrar interesse da massa)


2- Do meu ponto de vista, a "greve branca" (deixar de atender ocorrências de iniciativa) não é o suficiente. Eu acredito mais na "greve vermelha" (vou explicar no próximo comentário):

2- (... Continuando) Quando o PM deixa de caçar ocorrências de iniciativa, isso afeta sim o nosso comando direto, que logo começa a caçar meios de forçar a tropa, perante vários tipos de ameaças veladas (todo mundo sabe) e no final, a maioria dos sgt comandantes de guarnição acabam sendo forçados a fazer alguma poeirinha pra não ter a nota do ADP prejudicada, e com isso, ter um prejuízo de promoção e etc...

No caso, da ideia de greve vermelha é quase o oposto, ou, um complemento: É a ideia do PM "forçar" uma codificação mais grave possível para o crime que estiver atendendo. De forma a aumentar o índice criminal do Estado. Isso, diretamente incomoda o governador, e, sabendo escrever, não tem como dar nada pro PM na ponta da linha.

Os PC podem colaborar, pois o Delegado pode requalificar ocorrências (e se ele requalificar um furto pra roubo, tbm arregaça a estatística do seu Zema) e com isso, já não tem como ficar fazendo propaganda às custas das polícias

Eu acredito no trabalho do pessoal que reinvindica melhoras a nós policiais, e sim, a coisa tá feia.

Mas o sistema está amarrando dos sargentos em diante, impedindo ações mais diretas.


E, essa coisa da tropa se sentir desanimada a agir com mais contundência, NA MINHA PERSPECTIVA se dá por um receio de sofrer as sanções sozinho, e sem retorno ou sem amparo, depois



Eu vou boic0tar