quinta-feira, 14 de março de 2024

 


Fato curioso vem acontecendo no 21º Batalhão da PMMG, em Ubá. Todo mundo sabe do arrocho que estão vivendo os policiais militares, os policiais civis e os policiais penais. O governo Zema vem procrastinando até a morte o pagamento da recomposição dos vencimentos dos servidores da segurança pública, o que tem gerado um total descontrole financeiro desses trabalhadores e de suas famílias. Muitos deles já chegaram ao desespero total por falta do que mais cortar nas suas despesas. Em Ubá, nesses últimos dias, o comando daquela unidade determinou que fossem retirados os veículos que estão nos seus pátios, pertencentes aos que lá trabalham. Na saída estão à espera viaturas pedindo a documentação dos veículos; se esses estiverem com IPVA e as taxas de licenciamento atrasadas, os veículos são recolhidos aos pátios de detenção. Para retirá-los, só com tudo em dia mais as onerosas  estadias. Ninguém nega que a lei seja igual para todos, mas, nos dias atuais, até policiais querem fugir da blitz para o bolso ganhar mais um pouquinho de fôlego.



O outro lado:

No dia em que a inspeção da corregedoria ocorreu, houve o guinchamento de duas motos e um veículo de quatro rodas em Visconde Rio Branco. O motorista teve que pagar o IPVA na hora para evitar o guinchamento do veículo. É importante destacar que o Coronel Giovane é muito bem quisto pela tropa. Ele é uma pessoa extremamente bondosa, e a postagem do Luiz Tito do jornal O Tempo não reflete a realidade.


  *PRAZO PRORROGADO* STF prorroga por mais 90 dias prazo para retomada de pagamento da dívida de Minas 📲Leia na íntegra: https://ww w.itati...