quarta-feira, 10 de janeiro de 2024

Infelizmente, o Brasil não aprende com as desgraças. A situação em 2023 está muito pior que em 2015. Facções criminosas se multiplicam e crescem como vírus endêmico. No dia a dia é comum vermos cada vez mais pessoas consumindo drogas ilícitas mas ruas sem nenhum cerimônia. Em 2022 tivemos no Brasil o assassinato de 173 policiais, 30% a mais que no ano anterior. Em 2023 tudo caminha para que essa lamentável estatística seja superada. Onde vamos parar


 Infelizmente, o Brasil não aprende com as desgraças. A situação em 2023 está muito pior que em 2015. Facções criminosas se multiplicam e crescem como vírus endêmico. No dia a dia é comum vermos cada vez mais pessoas consumindo drogas ilícitas mas ruas sem nenhum cerimônia.

Em 2022 tivemos no Brasil o assassinato de 173 policiais, 30% a mais que no ano anterior. Em 2023 tudo caminha para que essa lamentável estatística seja superada.

Onde vamos parar

Luto

 *NOTA DE FALECIMENTO* É com pesar que comunicamos o falecimento do 2 Sgt QPR Édson Velasco da Silva, n. 072.556-4, lotado no 17BPM/9RPM. Di...