segunda-feira, 11 de dezembro de 2023

 aopmbmmg

 Sabemos que a sensação de segurança é algo muito subjetivo, passando não apenas por questões de idade, poder aquisitivo ou local que se vive, mas também por fatores menos tangíveis que levam as pessoas a se sentirem seguras ou não. Uma pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), apontou que 81,7% da população mineira, com 15 anos ou mais, se sente segura ou muito segura na sua região de moradia, colocando assim Minas Gerais como o segundo estado do país em sensação de segurança.


O levantamento levou em conta a autodeclaração de moradores sobre a sensação de segurança ou insegurança no bairro onde moram e, também, dentro de suas residências. Belo Horizonte também foi alvo do levantamento e figura como a segunda capital do país em sensação de segurança entre os moradores. Pela análise, 74,4% tem baixos índices de medo do crime no seu bairro de residência.


A pesquisa “Síntese de Indicadores Sociais: uma análise das condições de vida da população brasileira 2023”, que tem como base metodológica o ano de 2021, revelou que Minas Gerais ficou atrás apenas de Santa Catarina, que contabilizou 90,1% de sensação de segurança. Em terceiro lugar está o estado do Rio Grande do Sul, com 81,3%.


A AOPMBM, por meio do seu presidente, Cel Ailton Cirilo, parabeniza aos homens e mulheres, policiais e bombeiros militares mineiros, que carregam consigo o compromisso com a segurança e cumprem a missão de tornar Minas um estado melhor para se viver e empreender. (Fotos: Gráfico - Sejusp/Divulgação; 1- Dirceu Aurélio/Ascom Sejusp; 2- Thiago Ciccarini/Ascom Sejusp)


O outro afago de Zema ao PL na Assembleia Governo articula novo projeto para reajuste de forças militares

  O outro afago de Zema ao PL na Assembleia Governo articula novo projeto para reajuste de forças militares E a escolha da deputada estadual...