quinta-feira, 14 de dezembro de 2023

 


Muito bom saber
que agora estamos
unidos e que o
problema
realmente passou
a ser visível'
Governador Romeu Zema
(Novo) sobre dívida mineira
e prorrogação do prazo pelo
STF. estadodeminas

 

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), disse que está satisfeito com a decisão do ministro Kassio Nunes Marques, do Supremo Tribunal Federal (STF), que, na noite desta quarta-feira (13/12), prorrogou o prazo para o fim da carência do pagamento da dívida de Minas Gerais com a União até o dia 20 de abril. Segundo o chefe do Executivo mineiro, o novo prazo será usado para traçar um novo plano de “recuperação econômica”.

Em declaração à imprensa, Zema disse que a nova alternativa será construída pois sua proposta do Regime de Recuperação Fiscal (RRF), “no entendimento de alguns”, possui regras que demandam um excesso de exigências. O governador agradeceu os esforços do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), e do presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), Tadeu Martins Leite (MDB), reforçando que, desde o início do primeiro mandato, tem alertado para o problema da dívida.

“Para mim, mais que para qualquer outra pessoa, é muito bom saber que agora estamos unidos e que o problema realmente passou a ser visível. Me parece que, no passado, alguns se negaram a enxergar essa dívida gigantesca — que chegou inclusive, em 2017 e 2018, no governo passado, a atrasar o repasse de recursos para municípios e atrasar a folha de pagamento. Com um esforço gigantesco, nós conseguimos colocar tudo em dia”, disse o governador.

O outro afago de Zema ao PL na Assembleia Governo articula novo projeto para reajuste de forças militares

  O outro afago de Zema ao PL na Assembleia Governo articula novo projeto para reajuste de forças militares E a escolha da deputada estadual...