terça-feira, 10 de outubro de 2023

 


metropoles
 

Uma major que trabalha na Corregedoria da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) promove uma campanha de arrecadação de dinheiro para familiares de PMs presos pelo 8 de Janeiro. Cristiane Caldeira aparece em vídeo de divulgação de uma vaquinha voltada aos parentes dos sete oficiais detidos e investigados pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

O vídeo faz parte de uma campanha da Associação dos Oficiais da PMDF (ASOFPMDF), que era presidida por Eduardo Naime, antes da prisão do militar. Na divulgação, Cristiane Caldeira, tesoureira da entidade, e coronel Leonardo Moraes, atual presidente, detalham a arrecadação.

“Contamos com a sua colaboração para os nossos oficiais, que se encontram injustamente presos”, diz o coronel, ao lado de Cristiane, fardada. Leonardo ressalta que o dinheiro arrecadado é “destinado totalmente aos familiares, e não aos oficiais”.

“Não será utilizado para pagar advogados ou coisa do tipo. É somente para manutenção das famílias dos oficiais, que estão com seus salários suspensos e seus bens bloqueados pelo STF”, argumenta.

A Associação afirma que “mães, esposas e filhos estão desamparados e com dificuldades de se manterem”.

  Criaram  um Cad escala paralelo para banco de horas E estão zerando as horas anteriores  Tem policial com mais de 50 e outro com mais de 1...