segunda-feira, 6 de março de 2023

 Recomposição da perda inflacionária


Estivemos reunidos hoje (06/03) com o vice-governador, Mateus Simões, para cobrar a recomposição das perdas inflacionárias dos servidores da segurança pública. Em razão do veto do governador às parcelas que deveriam ser pagas em 2021 e 2022 - conforme acordo assinado e registrado em ata – ainda permanecem com uma defasagem de 35,44%. A reposição é um direito do servidor, garantido pela Constituição Federal, o que torna obrigatório que o governo atue dentro da legalidade e cumpra sua obrigação.

Em ofício conjunto, assinado pelos os deputados Sargento Rodrigues, Caporezzo, Delegada Sheila, Coronel Sandro, Junio Amaral e Pedro Aihara. cobramos que a recomposição seja feita com a urgência necessária, bem como que se estabeleça uma política remuneratória definitiva, colocando fim a essa angústia e incerteza que, anualmente, atormenta os servidores do executivo. Como representantes eleitos pela classe, estamos unidos e firmes no propósito de cobrar o cumprimento dos acordos firmados!

O vice-governador recebeu a reivindicação e reconheceu o direito da classe à recomposição. Ele comprometeu-se a tratar o assunto com as Secretarias de Fazenda e de Planejamento e Gestão, já deixando agendada, para o próximo dia 28, a data para nos reunirmos e darmos andamento às tratativas.





O outro afago de Zema ao PL na Assembleia Governo articula novo projeto para reajuste de forças militares

  O outro afago de Zema ao PL na Assembleia Governo articula novo projeto para reajuste de forças militares E a escolha da deputada estadual...