segunda-feira, 27 de março de 2023

 

Concurso Polícia Penal MG: chamada de excedentes está em estudo

Convocação de excedentes no concurso Polícia Penal MG é tema de audiência na ALMG. Governo diz que medida precisa de análise!

24/03/2023 16:35

convocação dos excedentes no concurso da Polícia Penal de Minas Gerais ainda depende de estudos. A medida foi defendida em audiência na Assembleia Legislativa do Estado no dia 22 de março, por parlamentares e representantes da categoria. 

Os gestores do Executivo não descartaram a possibilidade de chamada dos excedentes. Porém, disseram que depende de análises futuras de órgãos do governo, como a Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag).

"O nosso interesse é ter os efetivos ocupando a carreira, e para isso, estudos técnicos sobre mais convocações serão pedidos à Seplag", disse o subsecretário de Inteligência e Atuação Integrada da Secretaria de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), Christian de Azevedo. 

A audiência atendeu a requerimento dos deputados Doutor Jean Freire, Ricardo Campos, Leleco Pimentel e Marquinho Lemos, do PT, e Sargento Rodrigues (PL), tendo todos eles se revezado na defesa da convocação.

concurso Polícia Penal MG foi aberto em 2021 com oferta de 2.420 vagas. O curso de formação para os convocados, até o momento, será dividido em duas turmas: a primeira com início em abril e a segunda prevista para junho. 

Viatura da Polícia Penal de Minas Gerais
Polícia Penal de Minas Gerais tem concurso em andamento para mais de 2 mil vagas
(Foto: Divulgação Sejusp MG)

O governo de Minas Gerais estima que, até setembro, todos estejam nomeados e empossados. 

Subsecretária destaca orçamento para novas convocações

Ana Luisa Silva Falcão, subsecretária de Gestão Administrativa, Logística e Tecnologia da Sejusp, explicou que o curso de formação para preenchimento das vagas imediatas já está contratado ao custo de R$15 milhões. 

"Qualquer movimentação a partir daí envolve outros órgãos. Vamos submeter à Seplag a situação dos excedentes, sobre uma possível nomeação", reiterou ela, frisando que esse estudo será encaminhado o mais rápido possível.

A subsecretária frisou ainda que o número total de policiais penais no Estado não pode ultrapassar 17.700, sejam eles efetivos ou contratados.

O número atual está em 13.788, entre efetivos e contratos temporários. Isso significaria que, na teoria, podem ser chamados até cerca de 4 mil concursados, aí já incluídos os 2.420 que farão o curso de formação a partir de abril

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

 Bom dia senhores! Ontem o filho do Cb Nascimento da 94° Cia TM 28° BPM foi vitima de um acidente de trânsito em Unaí. Ele está internado na...