quarta-feira, 18 de outubro de 2023

 


Esse discurso do Mendonça é o velho discurso que a gente sempre ouviu, principalmente por parte do comando dos oficiais, que é o discurso do medo, o discurso do terror, o discurso da ameaça da punição, isso aí nós já sabemos. 


Agora, eu gostaria de fazer a pergunta para ele o seguinte, como é que nós vamos fazer um omelete sem quebrar os ovos? E não precisa necessariamente de ir para o confronto, como ele está colocando aí, porque o que está faltando é estratégia, e faltou desde o início desse movimento. 


Então, o que precisa agora, de fato, é sim partir para pressão no governo, porque o Mendonça também, por outro lado, deu a fórmula para resolver isso. 


Já que ele falou uma série de questões em defesa do governo, e quase como secretário da Fazenda, que o governo vai receber um bilhão, e não sei quanto em caixa a partir do ano que vem em a razão da arrecadação do ICMS, para o problema da recomposição salarial, que não é somente de 12% como ele também afirmou, que o governo, então, envie para a Assembleia Legislativa um projeto de lei, escalonando ou definindo a recomposição salarial, a vigorar a partir de fevereiro de 2024.


Os que os profissionais de segurança pública querem agora, e com razão, é uma garantia em lei, porque infelizmente o governador não tem credibilidade nenhuma, porque ele descumpriu o acordo e, obviamente, não há motivo para acreditar num governante que descumpre a palavra e que não honra seus acordos.


Desde modo e considerando o cenário e a avaliação do Mendonça, nossa proposta é que se faça o estudo dos índices das perdas inflacionárias acumuladas e o governador Romeu Zema apresente projeto de lei da recomposição salarial com previsão do início do pagamento em 2024.


José Luiz Barbosa

Advogado Criminalista

Pós graduado em ciências penais 

Sgt PM-RR - ex-presidente da Associação dos Praças Policiais e Bombeiros Militares  - ASPRA-PMBM.

  sindpolmgoficial  Na tarde dessa segunda-feira (17/06), as entidades de classes foram surpreendidas em Araxá com uma tentativa de atearem ...